sexta-feira, 12 de maio de 2017

Capítulo 78

Tenho a calma da urgência
Na intensidade do olhar
No instante antes do toque
No desejo a sublimar.

Do querer enclausurado
Na virtualidade do lugar
No tempo estagnado,
A delícia do sonhar.

O belo sustenta o olhar
O inteiro segura o desejo
O grande se faz no beijo
E nos corações a pulsar.

Tenho a calma da urgência
De outra vez te encontrar.

sexta-feira, 31 de março de 2017

Capítulo 77

I saw a shadow
I saw a shadow
in your eyes
It was when you
talked about her
I felt the pain
I heard the scream
inside your heart
The shadow of nevermore...

quinta-feira, 30 de março de 2017

Capítulo 76

No último instante
você me deu algo
um suspiro, um olhar
que me fez ficar
preso a sonhar
na solidão do querer
a cada instante
voltar.

As palavras dançam;
os desejos inflam
na ínfima certeza 
da tua beleza,
na dúvida constante
do teu semblante
no último instante.

Sem dar conta
do medo
saio em segredo
colhendo migalhas
no chão que me falta.
Me destes um instante;
ganhei eternidade.

sábado, 18 de março de 2017

Capítulo 75

Há algo na essência
Que transmuta o óbvio
Que ascende os rostos
Que transcende os corpos
E transborda a alma
E derrama a calma
No espelho do sorriso
Do belo e gentil
Leve e sutil
Que a tudo encanta.